Sistema educativo – geral

 

Evolução da educação

As primeiras escolas foram estabelecidas por comerciantes e por missionários Europeus.

No começo do século XX o governo começou a dar alguma importância/atenção á educação.

Em 1902 a 1951 Ghana não possuía nenhuma escola secundária.

Em 1922 Guggisberg considerou a educação como o objectivo de todas as políticas económicas, apontando 4 escolas do comércio, iniciando-se a faculdade de Achimota.

Durante o período colonial, uma estrutura formal da instrução do estado foi modelada no sistema britânico.

Na altura da independência Ghana tinha apenas uma universidade.

Em 1957 a educação transformou-se numa prioridade do governo.

Em 1970, o sistema de educação era descrito como decadente precisando de se rejuvenescer.

Em 1980, o sistema da educação do Ghana tornou-se disfuncional.

Em 1980 umas reformas mais adicionais trouxeram a estrutura do sistema de instrução mais perto de um modelo americano.

Em 1987, foram introduzidos os directores do distrito da educação para visionar a escola

Em 1988, Rawlings propôs uma reforma para realizar a instrução pré universidade de 17 para 12 anos.

Indicações das Nações Unidas para o desenvolvimento 2007/ 2008 (IDH):

1.

image

2.

image

3.

image

4.

image

Em 2007, avançar a taxa de literacia e os governantes tem esperança que em 2015 se situe nos 100%.

As escolas públicas são frequentemente melhores do que as privadas porque recebem financiamento do estado e, têm consequentemente mais equipamento e fontes.

As escolas privadas dependem da taxa de matrícula e não recebem nenhum dispositivo automático de entrada do governo.

Muitas escolas secundárias e/ou universidade dedicam-se às ciências e a cursos relacionados com a tecnologia.

Mais recentemente, o Ghana faz parte dos 20 estados africanos beneficiários dum apoio de 15 biliões de dólares americanos do Reino Unido para o melhoramento da educação de base nos próximos 10 anos, oferecendo ao Gana um estímulo para melhorar o nível de educação de base.

Em Fevereiro de 2008, Kufuor foi a Itália apresentar o programa Mundial de alimentos da Onu (PMA), o projecto de reforma escolar preparado em Gana, permitiu dobrar o número de estudantes em poucos anos. O programa voltado a todos os estudantes de 4 a 15 anos sem alguma distinção de etnia, religião ou género e o estado garante a refeição na escola.

            ***************           *****************

Recentemente…

clip_image002[9]

O sistema educativo, em 1991, passou a estar dividido em 6 anos de instrução preliminar e 6 anos de instrução secundária e depois os estudantes já estavam preparados para irem frequentar a terciária. Até aos 6 anos era o jardim-de-infância (as crianças frequentavam 1 ou 2 anos o jardim), dos 6 aos 12 anos era a educação preliminar/básica (durando 6 anos), em seguida, a escola secundária básica dos 12 aos 15 anos (durando 3 anos) e depois a escola secundária sénior dos 15 aos 18 anos (durando 3 anos). A partir daqui estavam aptos a frequentar um curso no ensino superior com duração de 4 anos ou ir para uma escola fazer uma formação complementar. E assim a instrução passaria de 17 para 12 anos.

clip_image002

A reforma de 1991, para além, desta alteração trouxe outras relacionadas com as disciplinas a leccionar.

Nesta altura a instrução pré-preliminar (jardim de infância) tinha como objectivo a promoção de uma mente e de um corpo são. Este tipo de ensino promove o uso de línguas locais.

População rural não tem acesso a este nível de instrução, uma vez que as facilidades encontram-se nos centros urbanos e suburbanos. De modo que estão a ser feitos esforços pelos serviços e pelas ONGs da instrução do Ghana para mais instituições do pré-escolar.

Nas escolas básicas/ preliminares o tempo ensinado e a aprendizagem real é afectado frequentemente por questões de tempo. O tempo e a eficácia da aprendizagem são afectados também por outros motivos: disciplina pobre do professor, comparecimento dos professores e alunos no mercado em dias locais de mercado durante horas de escola, comparecimento dos professores em funerais e reuniões durante horas de escolas.

image

 

clip_image001[3]

Relativamente ao currículo escolar este tem ao dispor das crianças disciplinas adicionais como a educação física, a música e a dança.

Na escola secundária júnior, todos os finalistas recebem um diploma comprovativo do fim desses três anos (Basic Education Certificate Examination (BECE)).

image

Nas escolas secundárias seniores, os alunos estudam 9/10 disciplinas. Escolhem uma área (música ambiental e dança (actividades físicas), matemática, inglês, religião moral, estudos sociais, habilitações pré-vocacionais, habilitações pré-técnicas, habilitações da vida, da agricultura, economia, geografia, história, governo etc.) para a qual querem direccionar a sua formação e dentro curso á um leque de disciplinas umas obrigatórias e outras opcionaismas todas elas direcionadas para o curso.

Para as escolas secundárias seniores funcionarem o governo, juntamente com as comunidades locais fornecem salas de aula, casas de funcionários, blocos de administração, um laboratório de ciência, bibliotecas, etc.

Como comprovativo do fim do curso é dado um diploma (Senior Secondary School Certificate (SSCE)). Para os estudantes frequentarem a universidade é-lhes realizado um exame, organizado pelo conselho africano ocidental das examinações.

image

Muito Ganenses gostariam de prosseguir os estudos, cursos universitários mas são mantidos fora destas instituições por causa das facilidades académicas e das residências limitadas. Funciona o sistema de semestres, 2 semestres em cada ano académico, avaliado regularmente em cada semestre por testes.

Na altura da independência só havia uma universidade e eram poucas as escolas secundárias.

Nesta altura o ensino superior no Ghana tinha 6 universidades (a Universidade de Ghana que nasceu em 1948, passando de Achimota para Legon em 1957 e, inicialmente leccionando (artes liberais, ciências sociais, ciências básicas, agricultura, medicina) e tendo agora quase 24 mil estudantes; Universidade da ciência e da tecnologia de Kwawe Nkrumah (Kumasi), a Univerdidade para estudos do desenvolvimento, em Costa de Cape, a faculdade de Universidade da Instrução de Winneba, a faculdade Ociental da universidade de Torkwo, etc.), 10 institutos politécnicos (a instituição politécnica necessita ser melhorada e o acesso ser alargado para reduzir a pressão nas universidades) e 38 faculdades treinando professores no sector público.

O TRC (teste de referência de critério) é um teste administrado a 5% das crianças preliminares da classe VI no país para avaliar as habilidades alcançadas em inglês e a matemática neste nível (crianças escolhidas aleatoriamente). Em comparação com os testes de 1997 os níveis de inglês estão bem, já a matemática continua a gerar alguns problemas.

A instrução especial contribui para o desenvolvimento humano e fornece a equidade social.

A divisão da educação especial do serviço de instrução do Ghana fornece escolas especiais para as pessoas debilitadas.

O serviço de instrução do Ghana tem escolas para cegos, surdos e retardados mentalmente em todos os níveis de pré universitários, mas não tem nenhuma escola para estudantes fisicamente debilitados. Existem 10 escolas secundárias preliminares e juniores e residenciais para o surdo, 1 escola diurna secundária júnior e 1 escola técnica secundária sénior e residenciais no país.

Usam o currículo regular da escola, estudam todas as áreas á excepção das línguas. No total existem 1.344 meninos e 710 meninas surdos estudantes.

Existem 2 escolas secundárias preliminares e juniores e residenciais, 3 escolas secundárias preliminares e juniores regulares, 2 faculdades para treinar professores e 4 instituições terciárias para cegos. Utilizam o currículo regular da escola.

No secundário sénior, níveis treinando da faculdade e da universidade todos os assuntos são estudados á excepção da matemática e da ciência. Existem 254 Meninos e 131 meninas cegos estudantes.

Existem 4 escolas públicas e 2 escolas privadas para o retardamento mentalmente. O currículo é especial, sendo adaptado às habilidades da criança individualmente. Existem 194 meninos e 132 meninas com problemas mentais estudantes.

Os livros uns produzidos no Ghana outros importados e os materiais escolares muitos resultam de ajuda

A educação privada é um luxo das crianças urbanas que se está a espelhar por todo o país. Estas escolas usam o currículo da escola pública. Muitas crianças têm acesso só a instrução básica por causa das escolas privadas nas suas comunidades.

clip_image002[6]

Na educação adulta as mulheres são as menos literadas.

clip_image002[18]

A educação não formal no Ghana resulta no apoio de crianças de etnias da região do norte. 50 classes em cada um dos distritos ( Karage, Yendi, Nanton), com 25 crianças.

 

Avaliação

O serviço de educação do Ghana tem vários modelos de avaliação no desempenho dos alunos e dos estudantes de todos os níveis de instrução no país.

Nos níveis básicos e segundos ciclos há um sistema das avaliações contínuas porque o desempenho real da sala de aula do estudante é avaliado no fim de cada termo da escola.

O serviço de instrução do Ghana desenvolve também um instrumento para medir o desempenho dos professores nas escolas básicas.

Um problema no ensino superior é a idade dos funcionários, estes estam cada vez mais velhos, rondando os 50 anos.

 

Cursos:

– Curso para treinar professores do pré-escolar ou do berçário dura três meses (certificado);

– Curso para treinar professores do básico dura 3 anos (certificado), faz avançar o grau de ensino leccionado Os professores treinados não aceitam fixar-se nas áreas rurais. Os professores patrocinados são contratados para ensinar por 3 anos no distrito que os patrocinou;

clip_image001[1]

– Ensinar no nível secundário requer um diploma ou um grau. Estes graus são entregues pelas instituições terciárias, grau de mestre ou doutores oferecidos pelas universidades.

 

Financiamento da instrução

Desde a independência, o financiamento de instituições e da instrução pública é da responsabilidade do governo central. O ministro é cabeça do ministério. Em 2001 foram introduzidos ministros para cada sector da educação sendo ajudados por deputados. O serviço de instrução do Ghana é o maior dos corpos e executa políticas formuladas pelo ministério no sector terciário. É dirigido por um director-geral que administra. O ministério da educação executa esta atribuição nacional em nome do governo central e controla a instrução nos níveis nacionais, regionais, do distrito e do circuito. Cada uma das 10 regiões do país está dirigida por um director regional da educação.

Os distritos fornecem edifícios e equipamentos para a instrução básica (preliminar) em suas comunidades. Nos últimos 10 anos uma grande percentagem da despesa pública foi para pagar salários do pessoal.

O ministério fornece infra-estruturas, equipamentos para as instituições educacionais básicas no país.

image

O ministro da educação é Thomas Hulton Coleman que se tem apoiado em documentos da educação já existentes e sua respectiva legislação para ajudar a melhorar e estruturar a qualidade do ensino e da aprendizagem.

image

Mais recentemente, em 2007, o governo de Ghana implantou uma nova reforma educativa. Desta reforma destacam-se medidas como:

 

– A entrada na Universidade é por examinação da região da conclusão da escola secundária sénior;

– A instrução básica/preliminar passará para 11 anos (2 de jardim-de-infância, 6 de preliminar e 3 de escola secundária júnior), oferecendo-se várias áreas (negócios, aquacultura, etc.) para entrar no mercado de trabalho ou na universidade. Após a conclusão da escola preliminar e da júnior podem escolher entrar na sénior e, posteriormente numa instituição geral ou técnica vocacional ou para a universidade;

clip_image001[5]

– No ensino preliminar é que se começa a introduzir o inglês;

– Ao nível básico, a ênfase será sobre literacia, numeracia, Creative Arts e Solução de Problemas Competências;

– Cabe ao conjunto de municípios e do distrito a supervisão e monitorização básicas, júnior e sénior;

– No ensino superior júnior é leccionado (inglês, matemática, estudos sociais, ciência integrada, ciência da agricultura, vocacionais, TIC (técnicas de informação e comunicação), francês, etc.

– No ensino secundário sénior é leccionado orientação e aconselhamento oferecido, matemática, ciência integrada, estudos sociais e TIC, agricultura, economia, artes visuais, técnicas);

clip_image001[1]

– No sector terciário expandir a acomodação residencial, salões de leitura, laboratórios e bibliotecas pelas universidades e politécnicos;

– Free Obrigatório Universal Educação Básica (FCUBE) e de partilha de custos no Altos níveis elevados e terciário devem ser mantidas;

– Necessidades Educativas Especiais será melhorado em todos os níveis;

– O Conselho nacional de professores regula as propinas da instrução e treinamento dos professores;

– Escolas de formação de professores vão ser modernizadas e condições de serviço dos professores melhorou, com incentivos especiais para professores nas áreas rurais;

– Uma nova Assembléia Nacional Inspecção (NIB) fora do Gana Educação Pública (GES), mas no âmbito do Ministério da Educação, Ciência e Esporte (MOESS) será responsável pela inspecção periódica das Escolas Básicas e Secundárias de assegurar a qualidade da educação;

– Aumentar o nº de telefones pelas escolas e seguindo-se a internet;

– Dar atenção especial á instrução das meninas para faze-las mães melhores;

 

–  Sector privado serão encorajados a aumentar a sua participação na prestação de serviços educacionais;

Esta reforma educacional esteve a ser preparado desde 2002. No norte o desenvolvimento educacional é muito mais recente comparado com o sul.

Entre 1995 a 2000 existiam 1,3 milhões de estudantes preliminares,

clip_image002[8] 

clip_image002[10]

489.00 de estudantes do secundário júnior, 107.600 de estudantes do secundário sénior,

clip_image002[12]

21.280 estudantes dos técnicos, 11.300 estudante de cursos para professores e 5.600 estudantes universitários.

clip_image002[14]

Havia 130 mil escolas preliminares, 6.418 escolas secundárias juniores, 503 escolas secundárias seniores, 18 instituições técnicas, 38 faculdades treinando professores, 3 faculdades de tecnologia, 8 faculdades tutoriais, 10 instituições politécnicos (1 em cada cidade), 20 centros de recurso de técnica e vocacional, promovem cursos e actividades práticas direccionadas ao mundo do trabalho (2 em cada região), dão um certificado da instituição, 12 universidades.

  clip_image002[16]

clip_image002

 

image

Universidades

· Universidade de Legon

· – Faculdade de Telecom da universidade de ghana
– School of Performing Arts Escola de artes do espectáculo

A instituição de educação superior de propriedade da igreja adventista do sétimo dia (universidade Valley View) localizada em ACCra recebeu em 2005 um diploma (documento de certificação) pelo presidente Kufuor que permite conceber graus educacionais.

Em 2005 a universidade Valley View concebeu 149 diplomas a estudantes graduados. Embora estabelecida em 1979 e acreditada desde 1997 os programas de graduação da instituição eram sujeitos á filiação com a universidade de Griggs (EUA), também propriedade da Iasd.

Kufuor na cerimónia disse “ eu devo destacar a IASd com o diploma de nação especial por estabelecer a univerdade de Valley View como uma pioneira no campo da educação privada”, agência de notícias do Ghana.

O presidente disse que conceberá uma verba aproximada de 114.180 dólares para apoiar a construção de uma nova ala residencial (casa para professores e um centro de alimentação natural entre outras instalações”.

Kuuor expressou alegria pelos esforços que a universidade está a fazer para começar os programas de graduação nas áreas de enfermagem e tecnologia de equipamentos biomédicos.

O presidente de Valley View, Dr.Seth A. Laryea disse que a universidade se expandiu a ponto de oferecer 12 programas de bacharelato.

A Valley View tem 1.200 estudantes (142 de longa distancia em 18 paises).

Disse que a escola planeja reorganizar seus departamnetos em escolas ecológicas. A universidade é a navio- capitania de um total de 726 instituiçoes educacionais possíveis pelos adventistas em Ghana.

clip_image001

· Kwame Nkrumah University of Science and tecnology– privada;

clip_image002[7]

. Universidade de estudos dos desenvolvimentos, faculdade de Kumasi;

.  Valley View University;

· Universidade da costa de Cape (methodist)- privada;

· Universidade do metodismo de Tamale;

· Faculdade islâmica da universidade de accra;

· Universidade católica da accra;

· Faculdade da universidade da instrução de Winneba;

· Universidade de Mataheko-accra;

· Faculdade da universidade de Ashesi, Labonne;

· Universidade de vista do vale, DoDowa;

· Instituição política da faculdade da universidade de pentecoste;

· Faculdade presbiterana em Kwahu;

. Western University;

· Universidade ocidental;

· University College of Winneba- privada

 

 

Instituições politécnicas

· Instituto politécnico de Tamale;

· Instituto politécnico de Takoradi;

· Instituto politécnico de Sunyani;

· Instituto politécnico de Kumasi;

· Instituto politécnico de Koforidua;

· Instituto politécnico de Ho;

· Instituto politécnico de Costa do Cape;

· Instituto politécnico de Bolgatanga;

· Instituto politécnico de de Accre;

· Instituto politécnico de Wa e de Bolgatanga;

· Escolas para treinar professores e enfermeiras de saúde e da comunidade.

 

Previsões para 2025

image

 

  image

 

image

Fontes:

http://www.fides.org/aree/news/newsdet.php?idnews=12093&lan=por, acedido em 19 de Fevereiro de 2008;

http://www.education-africa.com/wiki/index_pt.php?title=Gana, acedido em 18 de Fevereiro de 2008;

http://www.planetaeducacao.com.br/novo/artigo.asp?artigo=591, acedido em 18 de Fevereiro de 2008;

http://portal.unesco.org/education/en/ev.php-URL_ID=40104&URL_DO=DO_TOPIC&URL_SECTION=201.html, acedido em 19 de Fevereiro de 2008;

http://planipolis.iiep.unesco.org/format_liste_en.php?Chp2=Ghana, acedido em 22 de Fevereiro de 2008;

http://news.adventist.org/data/2006/1149527337/index.html.pt, acedido em 22 de Fevereiro de 2008;

http://www.ghanaweb.com/, acedido em 18 de fevereiro de 2008;

http://www.bibl.u-szeged.hu/oseas_adsec/ghana.htm, acedido em 2 de Junho de 2008;

http://www.ghanaembassy.or.jp/educational.html, acedido em 2 de Junho de 2008;

http://education.stateuniversity.com/pages/539/Ghana.html, acedido em 2 de Junho de 2008;

http://www.ohiolink.edu/etd/send-pdf.cgi/Agbemabiese%20Padmore%20G.%20E.pdf?acc_num=osu1173366013, acedido em 2 de Junho de 2008;

http://stats.uis.unesco.org/unesco/TableViewer/document.aspx?ReportId=121&IF_Language=eng&BR_Country=2880, acedido em 22 de Fevereiro de 2008;

http://nt5.scbbs.com/cgi-bin/om_isapi.dll?clientID=352263322&depth=3&infobase=iwde.nfo&record={7D95834F}&softpage=PL_frame, acedido em 15 de Maio de 2008;

Anúncios

Responses

  1. You can make use of flax meal, almond meal, soy powder, and so forth.

  2. bom


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: